Subir Subir
sexta-feira, 13 de abril de 2012

Câncer do colo do útero. Cada dia mais alcança mulheres mais novas.


É o segundo tumor mais frequente na população feminina, atrás apenas do câncer de mama, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Por ano, faz 4.800 vítimas fatais e apresenta 18.430 novos casos. Prova de que o país avançou na sua capacidade de realizar diagnóstico precoce é que na década de 1990, 70% dos casos diagnosticados eram da doença invasiva. Ou seja: o estágio mais agressivo da doença. Atualmente 44% dos casos são de lesão precursora do câncer, chamada in situ. Esse tipo de lesão é localizada. Mulheres diagnosticadas precocemente, se tratadas adequadamente, têm praticamente 100% de chance de cura. 
Estimativas de novos casos: 17.540 (2012)


Número de mortes: 5.063 (2009)

 Os fatores de riscos aumentam as chances do aparecimento do câncer do colo de útero nas mulheres. Alguns destes fatores estão relacionados ao estilo de vida. O fator de risco mais importante é a infecção pelo papilomavírus humano, o HPV. O HPV é transmitido de uma pessoa a outra através de relação sexual. O risco de adquirir HPV está aumentada quando: Se inicia atividade sexual muito jovem. A mulher tem muitos parceiros(as) (ou tem relações com um homem/mulher que teve muitas parceiras). Mulheres fumantes têm duas vezes mais chance de câncer de colo do que as não-fumantes. Outros fatores de risco estão relacionados á circunstâncias fora do controle da mulher: Mulheres com sistema imunológico suprimidos devido ao uso de corticoides sistêmicos, transplantes ou terapias para outros tumores ou AIDS. Mulheres de baixo nível sócio-econômico têm maiores riscos, provavelmente por não fazerem exames preventivos regulares. Meninas menores que 15 anos tem baixo risco deste tipo de tumor. O risco aumenta dos 20 aos 35 anos. Acima de 40 anos as mulheres ainda têm riscos e devem continuar fazendo Papanicolau regularmente. A maioria das mulheres não apresenta qualquer sinal ou sintoma na fase de displasia ou no câncer de colo inicial. Os sintomas aparecem quando o câncer invade outros tecidos ou órgãos.
Abaixo estão listados alguns sinais e sintomas possíveis de displasia ou câncer cervical:


  • Pequenos sangramentos fora do período menstrual


  • Menstruação mais longa e volumosa que o usual.


  • Sangramento após relação sexual ou ducha vaginal ou exame vaginal.


  • Dor durante a relação


  • Sangramento após a menopausa


  • Aumento de secreção vaginal

    Quando apresentam alguns destes sintomas muitas mulheres tendem a ignorá-las por parecer que estão relacionados com condições pouco sérias. Quanto mais tempo de leva para diagnosticar o câncer de colo e mais tempo se demora em iniciar o tratamento, piores são as chances de cura. Qualquer destes sintomas deve ser relatado ao médico.
    Exame preventivo não dói, e ainda previne contra males maiores.


    Beijos das sua amigas...














  • 13 comentários:

    Anônimo disse...

    Bom dias meninas a corda adistancia nao e ruim ela a penas nos mostra o quanto e bom estarmos juntos

    Anônimo disse...

    bom dia meus amores vida real

    Anônimo disse...

    ola meninas cade vcs nao tenhe comentario porque

    Anônimo disse...

    hey girl's...confesso, não sou lesbica, sou hetero( mas tenho algumas exceções...)esse blog é muuuito divertido e passa mensagens lindas, heteros mente aberta (como eu) ou não deveriam saber mais sobre esses assuntos, pois tem muitos que ainda julgam super errado e não entendem nada... tenho amigos assim, que julgam sem saber, saiu tbm com gays e lesbicas e trato igual e eles tbm me respeitam, ja fiquei com um garoto bi, ainda n fiquei com garotas, não tenho curiosidade, mas por que não né?! enfim não tenho nada contra e aprendo muito com esse blog, parabéns Menina L e todas que fazem parte desse projeto!

    Anônimo disse...

    Muito interessante
    Ana

    Anônimo disse...

    o brigado ana so vc respondel bom final de semana pra vc bjs vida real

    Anônimo disse...

    *---* bom final de semana pra vc tbm
    Ana

    Anônimo disse...

    Muito boa a informação e as estatisticas,sem duvida de utilidade publica.Bjus.
    LM/Bh.

    Anônimo disse...

    ola meninas tudo bem com vcs espero q sim um bom começo de semana pra todas vcs.quando for fazer alguma caisa mergulhe de cabeça. viva emoçoes forte nao perca as oportunidades que a vida oferece nenhuma barreira e intrasponivel seja vcs mesma boa noite vida real

    Valeska Darach disse...

    É. Infelizmente perdi minha tia por essa doença! Quando foi diagnosticado, já era tarde de mais. Meninas, mulheres, que estiver lendo esse comentário, essa matéria, se cuide! Se vcs não vão ao médico regularmente, comecem a ir, e se notaram algum desses sintomas, procure um médico, o mais rápido!!
    Parabéns pela matéria!

    Bjs Garota L e Menina L... Adoro o blog!

    Menina L e Garota L disse...

    Obriga amore, ficamos felizes por terem pessoas como você, de mente aberta que nós curtem. Seja sempre bem vinda e compartilhe esse cantinho nosso. Beijos!

    Anônimo disse...

    muitas foça pra vc mais se pegar com deus q ele tida o comforto q vc merece. japerdi muitas pessoas com es doença e triste mais nunca estamos livre de tristeza deus vai ti ajuda vc vai supera coragem deus tiama vc e filha dele bom dia pra vc.....vida real

    Anônimo disse...

    ham

    Postar um comentário

    Comentários anônimos por favor coloquem um apelido para que possa identifica-las quando for responder.Só serão aceitos comentários que estão dentro do contexto do blog.Comentários agressivos ou de tom preconceituosos não serão aceitos.

    Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More