Subir Subir
domingo, 6 de março de 2011

Como sobreviver sendo lésbica do interior


Ser lésbica em cidadezinha do interior não é fácil,principalmente quando todas as outras meninas que ficam com meninas são masculinas, diferente de mim que sou extremamente feminina.Ai me pergunto como se aproximar sem ser mal vista?Por que meu bem não tem como não ganhar rotulo em cidadezinha pequena.Primeiro passo vou "caçar" festa,ver alguma menina bonitinha e feminina que me atraia,levo  no banheiro e dou uns catos= amassos ,falando assim até parece que vou ter coragem,mas vou tentar porque se não nunca sairei dessa condição de lésbica do interior!!!


Beijos da sua lésbica feminina preferida...



16 comentários:

JANNA SANTOS disse...

adorei o tema!!

Anônimo disse...

muito bom o tema e é de se pensar,aff eu não sobreviveria no interior...!!!

MENINA AVENTUREIRA disse...

eu também não ia sobreviver no interiorkkkk vixe

Menina L disse...

Somos duas menina aventureira nasci no asfalto vou morrer nele! #FATO!

Entre batalhas, sonhos, um amor, estudos... disse...

=( tô nas mesma situação que você.
Apesar de não ser tão interior, tb gosto das meninas femininas como eu, mas não sei como chegar nelas...
E nas festas onde sei q vou encontrar lésbicas, elas acabam sendo mais masculinas.

Difícil...

beatriznerd disse...

Eu moro no fim do mundo(q fica no fim do rio grande do sul) e reprimo meus superpoderes sapatÔnicoskkk eu vim do RJ pra cá com 11anos hoje tenho 18 estou tentando dar o fora daqui, claro o pior é se acostumar,parecia q eu morria um pouco a cada dia mas a internet é um grande consolo. bjjss

Su disse...

oi... eu moro no interior... namoro uma garota faz tres anos... não sou tão masculina e também nem tão feminina... não uso salto,maquiagem,vestidos, mas também não uso roupas largas e nem fico coçando o que não tenho kkkkkkk muitas meninas da minha cidade que são bem masculinas agem assim .... kkkkkkkk parece que tem um pênis... e ficam se coçando como se fosse homem... acho nojento isso.... minha namorada é bem feminina... temos uma relação ótima os pais dela me aceitam e a minha família a trata como se fosse da família tivemos muita sorte... porque sei que a maioria dos casais sofrem muito com o preconceito.. e a rejeição por parte da familia.

Lena disse...

Eu sou do Rio, e podem apostar que, apesar de ser uma cidade bem grande, parece não ter absolutamente nenhuma lésbica feminina, como seria do meu gosto, já que também sou bastante feminina. E tudo fica ainda mais complicado porque não frequento festas nem baladas(sou do tipo que fica estudando, escutando música ou estudando no fim de semana rssrs), ou seja, só posso esperar um milagre e encontrar uma lésbica linda e feminina, da minha idade, no caminho para o curso de inglês ou na natação, o que é quase que completamente (não, completamente) improvável, ainda mais no bairro onde moro. Acho que, apesar da grande desvantagem de ser rotulada muito rapidamente na cidade pequena, a cidade grande também não apresenta maiores facilidades para esse tipo de coisa, a não ser que você se esforce muito e se jogue de cabeça na busca.

Anônimo disse...

ola eu sou do interior e sou les;poxa asumir parecia que eu era selebridade do local.as pessoas ficaram xocadas mais fui firme;pois temos que respeitar a sociedade e porque as pessoas dela tambem n.hoje todos falam comigo mas sinto um certo incomudo entre olhares criticos.masi sou feiliz...

Anne Tamaskyo disse...

Onwt fiquei com dó sua *-* me add =D eu passo pelo msm sou feminina eh nem dah pra perceber ah naum ser pelo meu papo feminista me add no fake kadudududu@hotmail.com bjao flor

Anônimo disse...

A verdade pessoal e que ser difernte da grande maioria nao e facil em lugar nenhum. A discriminaçao esta por toda parte e eu luto para isto diminuir mais parece que o povo esta regredindo ao inves de evoluir e tentar entender as diferenças do proximo!! Mania de achar que todos devem ser igual, isto e ridiculo pois cada um tem um cerebro e uma formaçao mental diferente!! Isto por maior que seja a discriminaçao deste povo e destas sociedades bastardas, nao vai mudar!!!( quem quiser me encontrar no facebook e so procurar no google por/arikado da silva ribeiro)abraços a todos!!!

Fefe disse...

Vou me mudar pro interior, isso me fez ficar pensativa sobre como agir em uma cidade pequena, pois sou bi e não sou assumida! Bjs

Anônimo disse...

Maama !
aqui eh interior, muito ruim de ser compreendida, nao sei muito bem o que faço, minha melhor amiga se declarou pra mim, e ela é muito linda !

paçoca disse...

visshi interior eh horrivell.... mas estamos ai ... interior de sao paulo... socorrrooo...............kkkkk

Anônimo disse...

Não é facil ser lésbica com a sociedade que temos, tanto em cidade grande quanto em pequena! Tenho 16 anos, sou de Rondônia, e o que mais tem aqui é sapatão (mulher macho) é muito dificil encontrar uma bem feminina por aqui, mas existem varias. Eu era hétero ate os 15 anos de idade, namorei 2 meninos tambem. Não era de sair essas coisas, um dia comecei a sair com uma amiga que tinha a dois anos, e fui parar em um lugar cheeeio de lesbicas (femininas e lindas) mas nao sabia de nada. Comecei a sair com elas e me apaixonei pela irmã da minha amiga (que tambem gostava de mim e eu nao sabia), ela tem 32 anos (com cara de 18) e ja viram ne? Foi aquela coisa quando descobriram, perdi minha amiga, perdi tudo. Mas ela ficou do meu lado, abandonou todo mundi pra ficar cmg, e eu por ela. Estamos namorando mesmo a 6 meses, e eu sou muuuuito mais feliz com ela do que com qualquer menino. Ela é super linda, bem menininha, simpatica, estrovertida, toda minha familia adora ela, e todos sabem. E dizem que fazemos um casal lindo. Ela é perfeita pra mim. Mas nao assumimos nossa relaçao pras pessoas, pq apesar de 80% da populaçao aqui ser homoxessual, o preconceito eé muiiito grande tambem. E assim vamos levando, Deus sabe ate quando. Haha

MILENA disse...

EU TAMBEM MORO NO FIM DO RIO GRANDE DO SUL E SOU LESBICA,QUEM SAB NAO PODEMOS NAMORAR E EU TE AJUDO A ESPANTAR O TEDIO EM MEU NOME E MILENA

Postar um comentário

Comentários anônimos por favor coloquem um apelido para que possa identifica-las quando for responder.Só serão aceitos comentários que estão dentro do contexto do blog.Comentários agressivos ou de tom preconceituosos não serão aceitos.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More